Pílula do Dia Seguinte – Como Tomar e Como Funciona!

A pílula do dia seguinte é um medicamento emergencial utilizada em casos de relações sexuais desprotegidas. Ela funciona evitando o surgimento de gravidez não desejada e tem 95% de eficácia se tomada nas primeiras vinte e quatro horas. Essa pílula pode ser comprada em qualquer farmácia sem prescrição médica, no entanto, nem toda mulher pode tomá-la.

Por se tratar de uma bomba de hormônio, ela pode ajudar no desenvolvimento de doenças graves. Para que ela funcione corretamente, precisa ser tomada de modo correto. Aprenda agora quando e como tomar a pílula, além de informações sobre efeitos colaterais.

O que é pílula do dia seguinte?

A pílula do dia seguinte é um meio contraceptivo de emergência que deve ser utilizada para impedir uma gravidez depois do ato sexual sem segurança, ou seja, somente deve ser utilizada quando não se usa camisinha em um ato sexual ou quando se esquece de tomar os anticoncepcionais normais.

Como tomar a Pílula do dia Seguinte?

Para que serve a pilula do dia seguinte?

Ela é formada por substâncias que podem evitar o surgimento de uma gravidez não desejada, no entanto, as pílulas precisam ser ingeridas em até três dias depois da relação sexual sem camisinha.

Leia também os artigos:

Pílula do dia seguinte funciona? A pílula age impedindo ou tardando a ovulação, atrapalhando a passagem do espermatozóide. Isso quer dizer que, mesmo que a pílula do dia seguinte Diad não consiga evitar a ovulação e como consequência aconteça a fecundação, o remédio evita a fixação do zigoto no endométrio.

A pílula também não muda o funcionamento do anticoncepcional comum. No entanto, ela nunca pode ser tomada antes, pois essa pílula não é contraceptiva e sim emergencial.

Tipos

Há dois tipos. A primeira e mais conhecida é a pílula do dia seguinte dose única. Ela contém 1,5 mg de levonorgestrel, que é uma espécie de progesterona incumbida de evitar ou adiar a ovulação. O outro tipo é a pílula com dois comprimidos contendo 0,75 mg de levonorgestrel.

Como tomar pílula do dia seguinte?

Para dar o resultado esperado, é preciso saber como tomar a pílula do dia seguinte. Bem, a cartela que vem dois comprimidos, a primeira dose precisa ser tomada depois do coito, e a dose seguinte depois de doze horas.

Saiba se a pílula do dia seguinte é eficaz!

Existem dois tipos de pílula do dia seguinte

Já a pílula em dose única deve ser tomada até os três primeiros dias após a relação sexual. Porém, o quanto antes o remédio for tomado, maior a segurança.

Veja também:

Pílula do dia seguinte engorda?

Não podemos dizer que a pílula do dia seguinte engorda, uma vez que não existem provas que comprovem essa situação. Também não podemos desconsiderar que algumas mulheres já disseram terem ganhado peso depois de usar a pílula. A questão é que a pílula na verdade é uma bomba de hormônio, e cada organismo trabalha e reage diferente. Por isso, em algumas mulheres o ganho de peso pode ser notado.

Toda mulher sabe que que o efeito sanfona causa muitas Estrias. Se você também tem estrias e deseja acabar de vez com elas, adquira já o seu Ebook – 40 Maneiras de se livrar das Estrias.

A pílula é abortiva?

Aqui no Brasil a pílula não é considerada abortiva, no entanto, a pílula pode se tornar abortiva dependendo do ponto de vista de cada um. Existem pessoas que acreditam que a pílula é abortiva porque ela impede que o óvulo fecundado se implante no útero.

Quais as chances de engravidar?

Mesmo sendo recomendada para evitar a gravidez indesejada, a pílula não é 100% segura, principalmente se for tomada depois de três dias da relação sexual. No caso de ser tomada nas primeiras vinte e quatro horas, a chance da pílula não funcionar é de 5%. Isso quer dizer que, a cada cem mulheres que tomam o medicamento, cinco delas vão ficar grávidas. Então o risco é considerado alto, em relação a outros métodos contraceptivos.

Efeitos colaterais

Pílula do dia seguinte causa dor?

Efeitos colaterais da pílula do dia seguinte

Além da pílula engordar algumas mulheres, ela também pode apresentar efeitos colaterais como:

  • Enjoo;
  • Vômitos;
  • Fadiga;
  • Mamas doloridas;
  • Diarreia;
  • Dor de cabeça;
  • Tontura;
  • Sangramento vaginal rápido;
  • Adiantamento ou retardamento da menstruação;

É preciso ficar atento a irregularidades na menstruação e a quantidade de vômito logo depois de ingerir a pílula. Em casos de dúvidas, procurar um médico o quanto antes.

Contraindicações

É preciso ficar atento as contraindicações desse medicamento, pois não é toda mulher que pode fazer uso, sendo importante a consulta da bula da pílula antes. Ela é não é indicada para mulheres que tenha histórico de hipertensão, problema vascular e doença sanguínea. Mulheres obesas também não devem fazer uso dessa pílula.

A pílula do dia seguinte faz mal?

Caso seja tomada mais que duas vezes no mês, são maiores as chances de surgimento de doenças como o câncer de útero e de mama, além de problemas para engravidar. Da mesma forma, é grande o risco da mulher desenvolver trombose e embolia pulmonar.

Nomes da pílula do dia seguinte

Os nomes da pílula do dia seguinte variam, podendo ser encontrada como:

  • Diad;
  • Prevyol2;
  • Neodia;
  • Postinor-2;
  • Poslov;
  • Pozato

Existem outras marcas de pílula do dia seguinte, porém, essas são as mais conhecidas.

Onde comprar?

A pílula é vendida nas farmácias, sem a necessidade de apresentar receita médica. Ela também pode ser conseguida em postos de saúde da localidade.

Quanto custa a Pílula do Dia Seguinte?

O valor da pílula do dia seguinte pode mudar de acordo com a cartela. Geralmente a cartela com dois comprimidos é vendida em torno dos cinco reais. Já o preço da pílula do dia seguinte em dose única, é em torno dos R$ 15 reais.